Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Revistas > Edição 32 - Dezembro de 2005
Início do conteúdo da página

Edição 32 - Dezembro de 2005

Publicado: Quarta, 16 de Novembro de 2016, 13h39 | Última atualização em Terça, 17 de Janeiro de 2017, 13h12 | Acessos: 104

Nossos Meios RBC RevDez2005 RBC32

 

CAPA: Página inicial capturada do Site do Instituto em 07/12/2005. Autor: Claudio Vilardo

SEÇÕES:

AGENDA

ARTE DA CAPA

EDITORIAL

ENTREVISTA: Joana Belarmino de Sousa

EXPEDIENTE

LEITURA

PALAVRA FINAL: Maria da Glória de Souza Almeida

SAIU NA IMPRENSA


ARTIGOS:

Um Laboratório de Educação a Distância Para Pessoas com Necessidades Especiais (IBC-LED)

Autores: Fátima Maria Azeredo Melca e Gerson Fonseca Ferreira

Resumo: A sociedade brasileira é formada por grupos étnica e culturalmente diversos, com desigualdades no acesso a bens econômicos e culturais, e os determinantes de classe social, raça e gênero atuando de modo marcante. Estudos têm mostrado que, dentre os excluídos, há uma parcela significativa da sociedade constituída por pessoas com necessidades especiais. O sistema educacional brasileiro preconiza uma educação para todos, uma escola heterogênea, pluralista e acolhedora a todas as pessoas, independentemente de suas diferenças. Acredita-se que projetos de Educação a Distância, associados às Tecnologias de Informação e Comunicação, possam oferecer relevantes contribuições à educação nacional. O IBC-LED propicia um ambiente virtual de aprendizagem, que possibilita a inclusão de pessoas com necessidades especiais, a formação, o aperfeiçoamento e a atualização de estudantes e profissionais, com ênfase na área da deficiência visual.
Palavras-chave: Acessibilidade - Educação a Distância - Educação Especial - Inclusão Social - Laboratório de Educação a Distância - Tecnologias de Informação e Comunicação.

Sobre a Cegueira, a Deficiência e a Escravidão: o Caso Africano

Autores: João Vicente Ganzarolli de Oliveira

Resumo: Tudo leva a crer que existe uma relação direta entre o estigma da deficiência e o da escravidão no continente africano. Não é à toa que se costuma dizer que a escravidão tem a idade da África. Apoiando-se na experiência que tive em solo africano e numa bibliografia tão confiável quanto possível, este artigo tenta esclarecer algumas implicações daquela relação mencionada.

Viagem ao Universo da Criança Deficiente Visual: Uma Página em Construção

Autor: Flavia Daniela dos Santos

Resumo: O presente trabalho pretende oferecer subsídios para que o leitor realize uma viagem ao universo da criança deficiente visual (cega ou com baixa visão).
Palavras-chave: universo infantil, criança, deficiência visual.


PEÇA JÁ O SEU EXEMPLAR:

Envie seu E-Mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


ATENÇÃO:

Recadastramento

Estamos atualizando nosso cadastro de assinantes. Envie o formulário com seus dados atualizados, caso você queira continuar recebendo a revista.

Fim do conteúdo da página