Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Associação de Ex-Alunos realiza homenagem póstuma à D. Lourdes de Mattos Pereira
Início do conteúdo da página
Notícias

Associação de Ex-Alunos realiza homenagem póstuma à D. Lourdes de Mattos Pereira

A professora faleceu no dia 6 de fevereiro, após uma parada cardíaca, quando estava em recuperação de uma cirurgia no coração realizada no dia 28 de janeiro.

  • Publicado: Quinta, 21 de Março de 2019, 16h40
  • Última atualização em Sexta, 22 de Março de 2019, 10h46

A homenagem foi realizada na manhã de hoje (21), no Auditório Maestro Gurgulino de Souza (sala 251).  Estiveram presentes, além de ex-colegas e amigos servidores da professora Maria de Lourdes,  os seus familiares mais próximos  — o marido, professor aposentado e voluntário do IBC, Dilson Mattos Pereira; o filho Dalton Pereira, casado com a professora Rosane de Menezes Pereira e o filho do casal, Mateus.   

A professora Maria da Glória de Souza Almeida, assessora do gabinete da Direção-Geral, coordenou as homenagens, que se iniciaram com um minuto de silêncio.  Sem ter podido estar presente ao evento, o presidente da Associação, Gilson Josefino, representado no ato pela professora e ex-aluna do IBC, Maria Luzia do Livramento, mandou por escrito sua homenagem, lida pela relações-públicas do IBC, Karoline Oliveira.

Logo após, a professora Rosane, muito emocionada e com a voz embargada, agradeceu à Associação e ao diretor-geral, João Ricardo Melo Figueiredo, pelo momento de homenagem. Falou de sua dor e saudade da sogra. “Algumas pessoas vieram ao mundo com o dom de, através de sua perspicácia, transmitir pensamentos e conhecimentos que jamais poderão ser esquecidos. A senhora, D. Lourdes, foi definitivamente uma dessas pessoas e agora que sua vida chegou ao fim não há como não sentir um vazio, uma dor inexplicável. Que perda terrível para todos nós”, lamentou a professora. 

O professor João Ricardo lembrou os tempos de criança no Instituto e de como D. Lourdes cativava os alunos.  Ele contou que, já como professor da casa, a reencontrou com a mesma disponibilidade, o mesmo sorriso, com a mesma vontade de sempre  fazer com que cada um tivesse a oportunidade de aprender algo para a vida. E concluiu: “o IBC é grato por todo trabalho que a D. Lourdes desempenhou nesta casa”.

Ao final, o professor Dilson falou emocionado como D. Lourdes marcou sua vida desde 1956, quando a viu pela primeira vez no IBC. Disse também que a fé em Deus tem lhe dado forças para continuar vivendo e terminou a fala tocando ao piano uma música que ele compôs em homenagem à esposa e que leva o nome dela.

registrado em:
Fim do conteúdo da página