Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Homologado o resultado da eleição para diretor-geral do IBC
Início do conteúdo da página
Notícias

Homologado o resultado da eleição para diretor-geral do IBC

A homologação foi votada ontem (7), no Conselho Diretor, confirmando o nome do prof. João Ricardo Melo Figueiredo como candidato vencedor no pleito.

  • Publicado: Quinta, 08 de Novembro de 2018, 15h02
  • Última atualização em Quinta, 08 de Novembro de 2018, 15h46

 

A decisão, contudo, ainda depende da aprovação do ministro da Educação, sem prazo para acontecer  (o processo eleitoral do IBC consiste formação de uma lista de no máximo três nomes, dentre os quais a comunidade acadêmica escolhe um a ser submetido ao Ministério da Educação.  Uma vez analisado todo o processo, o resultado é referendado ou não).  

A homologação, pelo Colégio Diretor, ocorreu logo após o julgamento do recurso de 2ª instância, impetrado pelo segundo integrante da lista e candidato derrotado na eleição, o professor Mauro Marcos Farias da Conceição.  Antes da análise do recursos, os conselheiros ouviram a sustentação oral dele, solicitada à Comissão Eleitoral e acatada na reunião ordinária do dia 1º deste mês, que decidiu adiar a votação sobre a homologação do processo, convocando a reunião extraordinária de  ontem, especialmente para atender à solicitação do candidato.

O diretor-geral do IBC, na condição de candidato adversário e de presidente do Conselho Diretor, pediu para ser substituído por outro conselheiro tanto na oitiva do professor Mauro, como na discussão do recurso e posterior votação da homologação do pleito, no que foi atendido pelos demais membros do Conselho.  

Na sua fala, o professor Mauro reiterou as razões ( clique aqui para ler o relato da sustentação oral ) pelas quais ele pede a anulação deste processo eleitoral e a realização de um novo, no qual todos os membros da Comissão Eleitoral fossem eleitos pela comunidade.  

Além de confirmarem os pareceres da Comissão Eleitoral, que consideraram inconsistentes os argumentos do reclamante, os membros do Conselho reiteraram que não há como alterar o processo eleitoral, que se encontra embasado nos regimentos do IBC, do Conselho Diretor e da própria Comissão Eleitoral.  Ao término das discussões, os conselheiros fizeram questão de incluir na ata que ao homologarem o resultado da eleição, estavam  "atendendo aos interesses da Instituição e a vontade dos alunos, reabilitandos, médicos residentes, técnicos administrativos e docentes expressa nas urnas"(clique aqui para ler a íntegra da ata).     

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página