Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Servidores do IBC debatem sobre surdocegueira em evento de Acessibilidade e Inclusão
Início do conteúdo da página
Notícias

Servidores do IBC debatem sobre surdocegueira em evento de Acessibilidade e Inclusão

Nos dias 25 e 26 de outubro, a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) realizou o seu I Fórum de Acessibilidade e Inclusão.

  • Publicado: Quinta, 01 de Novembro de 2018, 16h33
  • Última atualização em Quinta, 01 de Novembro de 2018, 16h38

Com o objetivo de sensibilizar a comunidade acadêmica sobre os assuntos relacionados à acessibilidade e à inclusão da pessoa com deficiência, o evento teve a programação dividida em blocos para tratar assuntos sobre surdocegueira, surdez e autismo, e reuniu diversos profissionais e pesquisadores das áreas, no Auditório Tercio Pacciti no Centro de Ciências Exatas e Tecnologia da UNIRIO. 

No dia 25, o Instituto Benjamin Constant (IBC) foi representado pelos servidores Raquel Maria Menezes, Jorge Fiore de Oliveira Júnior e Indira Stephanni Cardoso Santos da Silva em uma mesa-redonda no bloco sobre surdocegueira.

A professora Raquel falou sobre as conquistas mais importantes para as pessoas com deficiência visual ao longo do tempo: o Sistema Braille, o piso tátil, a audiodescrição e a legislação voltada à inclusão. Jorge Fiore, representando a Comissão de Acessibilidade do IBC, tratou sobre tecnologias assistivas para pessoas com deficiência visual e apresentou aplicativos para navegação na internet, criação de textos, acesso a redes sociais e softwares que facilitam a leitura no computador.

Indira, que é intérprete de Libras no Instituto, discutiu aspectos biopsicossociais da surdocegueira e falou sobre o trabalho do guia-intérprete, profissional que acompanha aqueles que necessitam de apoio para locomoção e comunicação.

A mediadora foi a professora Arheta Ferreira de Andrade, do IBC.

registrado em:
Fim do conteúdo da página