Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Programação cultural agita a escola do IBC
Início do conteúdo da página
Notícias

Programação cultural agita a escola do IBC

Ontem (24) e hoje o Teatro Benjamin Constant foi o palco das apresentações do projeto "Salada Cultural", do DED e do projeto "Divertimentos", da Companhia Ensaio Aberto", respectivamente.

  • Publicado: Quinta, 25 de Outubro de 2018, 19h30
  • Última atualização em Sexta, 26 de Outubro de 2018, 17h36

Links relacionados:

Atores da Companhia Ensaio Aberto debatem a peça com a plateia
Atores da Companhia Ensaio Aberto debatem a peça com a plateia

O Departamento de Educação (DED) organizou as atividades que envolveram toda a comunidade escolar no Salada Cultural e apenas o segundo segmento do ensino fundamental na dinâmica da Companhia Ensaio Aberto.

 

O projeto Salada Cultural

Criado na Divisão de Atividades Culturais e de Lazer (DAL), no ano de 2014, pela professora Marlíria Flávia Coelho da Cunha, o Salada Cultural objetiva dar visibilidade aos trabalhos desenvolvidos em sala de aula, com a estratégia de reunir e organizar, em um único evento, as produções das turmas. O público era, e continua a ser, a própria comunidade escolar, que além da diversão do momento, aproveita para observar as variadas técnicas e trocar saberes e ideias.

Este agrupamento de diferentes manifestações culturais e com temas diversificados inspirou o nome do projeto que, atualmente, está sob a batuta da Divisão de Ensino (DEN) e com realização semestral. Entre as atrações de ontem tivemos:

Músicas: Canto do Povo de um Lugar, de João do Vale e Não é Proibido, de Marisa Monte - interpretadas pelos alunos dos 1º e 2º anos do professor Fernando Guilhon. Um barulho, um Sumiço, tema de abertura da série infantil D.P.A (Detetives do Prédio Azul) e recital de Valsa com voz, acordeon e pandeirola - apresentações de alunos do 3º e 4º anos, respectivamente, da professora Márcia Ogando. Já as turmas do 5º ano da professora Tânia Moratelli cantaram os Funk da Tabuada.

Danças: Michael Jackson foi coreografado por João Lucas Uchôa, aluno do 1º ano. Vencendo Desafios através do Corpo em Movimento foi o título da apresentação dos alunos de 1º ano das professoras Glaucéia Andrade e Francisca Rezende.

Paródia foi a contribuição dos alunos do 7º ano da professora Arheta Andrade.

Teatro: O Violão Fantasma, peça musical apresentada pelos alunos do 2º ano das professoras Marlíria Cunha e Cláudia Sant'Anna e A Bruxinha que era Boa, representada por vários professores.

 

O experimento cênico Divertimentos

A Companhia Ensaio Aberto apresentou uma cena de 30 minutos para divertir e motivar a plateia para o debate. O grupo trouxe como tema a luta operária ao representar fragmentos das obras do dramaturgo alemão Bertolt Brecht.

Brecht preconizava um teatro onde os espectadores se mantivessem desiludidos emocionalmente do que ocorre no palco, para manterem postura crítica entre a mensagem construída pelos atores e a vida real que levavam. Este princípio foi um dos assuntos conversados após a peça, para explicar a presença de atores que entravam em cena ao partirem da posição de plateia e que retornavam ao assento destinado ao público.

A aluna Sara Santos, integrante do grupo teatral do IBC, Corpo Tátil, disse que entendeu a crítica social "do rico querer comprar até a fala do pobre", ao identificar o perfil avarento dos capitalistas.      

 

registrado em:
Assunto(s): DED , IBC , DEN , Teatro , Companhia Ensaio Aberto
Fim do conteúdo da página