Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Professora do IBC vence etapa estadual de concurso do MEC
Início do conteúdo da página
Notícias

Professora do IBC vence etapa estadual de concurso do MEC

 A vencedora é a professora Tânia Maria Moratelli Pinho, que leciona matemática no 5º ano do ensino fundamental.

  • Publicado: Segunda, 17 de Setembro de 2018, 12h31
  • Última atualização em Sexta, 21 de Setembro de 2018, 15h23

O Prêmio Professores do Brasil,  que está na sua 11ª edição, foi criado pelo  Ministério da Educação (MEC) para reconhecer e estimular os trabalhos dos professores da rede pública de ensino voltados à melhoria do processo ensino-aprendizagem, contribuindo para a qualidade da educação no País. O foco da premiação são os projetos desenvolvidos na educação básica. Os professores inscritos tiveram que apresentar relatos de experiências pedagógicas consideradas exitosas e que poderiam ser adotadas por outros professores no Brasil.

O concuro é realizado em três etapas: estadual, regional e nacional. A estadual possui seis categorias: creche; pré-escola; ciclo de alfabetização (1° ao 3° ano); 4° e 5° ano do ensino fundamental; do 6° ao 9° ano do ensino fundamental e ensino médio.

Professora Tânia Pinho vence etapa estadual do Prêmio Professores do Brasil com projeto que une a Matemática com Atividades da Vida Diária (AVD)Pelo Estado do Rio de Janeiro, a professora Tânia Maria Moratelli Pinho, do Instituto Benjamin Constant (IBC), foi a vencedora pela categoria 4° e 5° anos do Ensino Fundamental, com o relato de título “Enfrentando os desafios da vida, mesmo que às escuras, tendo a Matemática como aliada”.

Segundo Tânia, o projeto teve como objetivo principal estabelecer uma articulação entre as atividades da vida diária da pessoa com deficiência visual e a matemática. “A ideia surgiu quando percebi que os estudantes das três turmas do 5º ano de 2018 apresentavam muita dificuldade com organização de atividades básicas, assim como organização de seus materiais e armários”, explicou. A partir desta percepção, a professora utilizou métodos da Atividade da Vida Diária (AVD) para ensinar a matemática na prática, conseguindo dar significado aos conteúdos que teria que explorar, minimizando algumas dificuldades que os alunos têm com a disciplina. A metodologia teve tanto sucesso em sala de aula que o projeto passou a se chamar “A matemática pode ser divertida”.

A próxima etapa da premiação será a regional, na qual ela terá que produzir um vídeo de 1min30 explicando os detalhes da prática pedagógica - contexto, execução e resultados alcançados. A previsão é que no dia 11 de outubro seja divulgado o resultado desta etapa no site do Prêmio Professores do Brasil. Caso ultrapasse esta etapa, ela irá concorrer na etapa nacional com professores de todos os estados brasileiros. 

O resultado final do Prêmio deve ser divulgado no dia 29 de novembro deste ano.

 

Fim do conteúdo da página