Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Programa de Residência Médica do IBC forma novos especialistas em oftalmologia
Início do conteúdo da página
Notícias

Programa de Residência Médica do IBC forma novos especialistas em oftalmologia

A formatura foi ontem (12) à noite, no Teatro Benjamin Constant.

  • Publicado: Quarta, 13 de Dezembro de 2017, 12h23
  • Última atualização em Domingo, 17 de Dezembro de 2017, 08h42

 

O próprio chefe da Divisão de Pesquisa e Atendimento Médico, Oftalmológico e de Nutricional (DPMO), Rogério Neurauter, fez questão de fazer o cerimonial da solenidade, presidida pelo diretor-geral do Instituto Benjamin Constant, João Ricardo Melo Figueiredo. Fizeram também parte da mesa de autoridades a diretora do Departamento de Estudos e Pesquisas Médicas e de Reabilitação (DMR), Rosane de Menezes Pereira e os coordenadores do Programa de Residência, os médicos Aberlardo de Souza Couto Júnior e Eduardo Henrique Morizot Leite.

Ao todo foram seis concluintes do Programa de Residência Médica do IBC, que existe desde 1977. “Apesar de existir há tanto tempo, apenas há oito anos decidimos realizar uma solenidade como essa, para fechar o trabalho dos alunos. Este é um momento muito gratificante para todos os envolvidos – alunos, médicos preceptores, coordenadores, servidores, profissionais contratados e sobretudo pela direção do Instituto”, disse o chefe da DPMO logo no início da solenidade.

A representante dos formandos, a médica Gabriela Vescove Pissinati, lembrou a caminhada de cada um até aquele momento. “O título que recebemos agora vem acompanhado de escolhas difíceis – como ficar longe da família, trocar os fins de semana por plantões. Por isso quero agradecer aos nossos pais, irmãos, maridos, esposas e companheiros pelo incentivo e torcida de sempre; agradecer também aos médicos incansáveis dessa escola inesquecível chamada Benjamin Constant, em especial ao staff, pela paciência e persistência, por não terem desistido dos pacientes e do nosso aprendizado”, disse.

 O representante dos médicos voluntários também foram homenageados. O representante deles, Dr. Felipe Tedesco, lembrou as dificuldades provocadas pelo fim do uso dos recursos da Caixa Escolar para contratação de profissionais importantes para o Programa.  O professor registrou ainda o empenho dos alunos para manter o serviço médico funcionando,  elogiando  o resultado obtido por eles. “Estão todos operando muito bem”, concluiu.

 O Instituto João Ferraz, que desenvolve há 10 anos, com o IBC, o Projeto Saúde Ocular, também foi homenageado na solenidade. “É uma satisfação muito grande e uma honra estar aqui recebendo essa homenagem em nome do meu instituto por essa parceria maravilhosa. Parabéns aos formandos e muito sucesso”, disse a gestora de projetos do instituto para o Rio de Janeiro, Lena Marcon.

 A diretora do DMR também não conseguiu conter a emoção ao relembrar os momentos difíceis pelos quais o departamento passou e ao desejar aos novos especialistas sucesso na profissão que escolheram. “Celebramos hoje não apenas o término de uma especialização mas também o caminho trilhado com muita dedicação e esforço de vocês. Desejo tenham muito sucesso e que, principalmente, não nos abandonem”, pediu a professora Rosane.

 O diretor-geral do IBC também desejou o êxito dos jovens médicos e falou sobre as perspectivas para o Programa de Residência Médica da Instituição, depois de quase dois anos de incertezas. “Digo aqui com quase certeza de que no ano que vem vamos formar mais uma turma e assim prosseguiremos o nosso trabalho, pois o atendimento médico do IBC não vai acabar”, afirmou o professor João Ricardo, referindo-se aos entendimentos que estão sendo feitos com o Ministério da Educação e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) para manter o serviço funcionando.

 Amanhã (14), o diretor participará de uma reunião no MEC, em Brasília, exatamente para tratar desse assunto. “Se Deus quiser, na reunião de encerramento do ano letivo da próxima sexta-feira (15) eu poderei dar a boa notícia a toda a comunidade do IBC e à sociedade de que finalmente foi encontrada a solução para o Programa de Residência Médica do Benjamin Constant continuar a desenvolver o trabalho de excelência que sempre realizou”, concluiu.

 

Sobre o Programa

 A especialização em oftalmologia oferecida pelo Programa de Residência Médica do IBC é dividida em três etapas: R1 (atendimento ambulatorial); R2 (atendimento ambulatorial e pequenos procedimentos cirúrgicos) e R3 (procedimentos cirúrgicos de maior complexidade).

 Os alunos, de vários estados do Brasil, são escolhidos através de processo seletivo. Durante os três anos do curso, são orientados por profissionais de reconhecida competência na área dos quais três pertencem ao quadro de servidores do Instituto e 10 são voluntários – muitos deles ex-alunos que voltam ao IBC para ajudar na formação de novos especialistas na área.

 Além da intensa prática durante as 12 horas diárias que passam no Instituto durante toda a semana, os alunos recebem os conteúdos através de palestras, estudos de caso e da orientação direta com os médicos do staff.

 De acordo com o chefe da DPMO, Rogério Neurauter, a forma com que o Programa vem sendo desenvolvido tornou o IBC uma referência no atendimento médico especializado em oftalmologia dentro e fora do estado do Rio de Janeiro. Segundo ele, existem hoje no Rio 72 unidades de saúde ligadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) que realizam atendimentos oftalmológicos. “Mesmo não sendo conveniado ao SUS e com todas as dificuldades que enfrentamos nesse ano, o IBC foi o 3ª serviço de saúde em número de procedimentos realizados nessa área”, informou o médico.

 Nos últimos 12 meses foram realizadas na Instituição 1.488 cirurgias; 480 injeções intraoculares, 700 exames, 5.189 atendimentos ambulatoriais e 1.789 laudos médicos.

 

Fim do conteúdo da página