Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > IBC comemora seus 163 anos de fundação
Início do conteúdo da página
Notícias

IBC comemora seus 163 anos de fundação

As festividades começaram às 8 h e foram até o meio-dia.

  • Publicado: Sexta, 15 de Setembro de 2017, 21h38
  • Última atualização em Quarta, 20 de Setembro de 2017, 10h54
Descrição da foto: grande bolo retangular branco com a parte interna decorada com a foto  da fachada do IBC.

 

Hoje (15) foi dia de toda a comunidade do Instituto Benjamin Constant festejar o aniversário da Instituição.  Alunos, ex-alunos, pais, servidores ativos e aposentados participaram da programação, aberta com a solenidade de hasteamento das bandeiras do Brasil, do Estado do Rio de Janeiro e do Instituto, ao som do Hino Nacional, executado pela Banda dos Fuzileiros Navais da 1ª Região.

Da frente do prédio, os músicos da banda foram até o pátio interno, onde animaram a festa tocando músicas de vários estilos, dentre elas os hinos dos principais clubes de futebol do Rio de Janeiro, recebidos com aplausos dos respectivos torcedores.  A apresentação encerrou com todo mundo cantando Parabéns pra Você e o corte do tradicional bolo de aniversário que, além das velas, estampava a fachada do Instituto.

A comissão organizadora promoveu a realização de uma missa de ação de graças, um culto evangélico e uma reunião espírita para que o maior número de pessoas possível pudesse ter a oportunidade de se recolher e celebrar a data de acordo com sua religião.

O ponto alto da comemoração foi a solenidade realizada no Teatro Benjamin Constant que, neste ano, contou com a presença de três autoridades do Ministério da Educação:  a secretária de Educação Profissional e Tecnológica , Eline Neves Braga Nascimento(SETEC), o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (SESU), Paulo Barone, e o coordenador geral de Política Pedagógica de Educação Especial, da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI), Rafael Miranda. Eles compuseram a mesa de autoridades, ao lado do diretor-geral do IBC, João Ricardo Melo Figueiredo e da chefe de gabinete da Instituição, Érica Deslandes Magno Oliveira.

Além das autoridades da mesa, tiveram assento nas cadeiras especiais posicionadas logo atrás, os representantes de todos os segmentos da comunidade acadêmica, que se revezaram ao microfone fazendo suas homenagens à Instituição, como os alunos Natanael  Santos, Cybele Silva e Marcelo Veloso, do ensino fundamental, da reabilitação e do Curso Técnico em Massoterapia, respectivamente.  Todos eles falaram sobre a importância que o IBC teve e tem na vida de todos os que passaram pela escola e nela receberam a formação necessária para continuar os estudos e se inserir na sociedade. 

"As pessoas achavam que eu não iria aprender nada, mas com a ajuda dos meus professores eu estou conseguindo passar de ano", contou Natanael, que graças ao atendimento que disse ter recebido no Instituto hoje já sabe o que vai querer ser quando crescer: "Quero ser professor para fazer pelos outros o que fizeram comigo", concluiu.

As falas de representantes de outros segmentos da comunidade do IBC trouxeram críticas às medidas econômicas do governo federal que, na opinião deles, estão impondo severas restrições financeiras às instituições de ensino.  O temor de que o Instituto volte a passar por um novo processo de esvaziamento como já ocorreu no passado mereceu uma declaração do coordenador-geral da Secadi.  "Hoje o Instituto Benjamin Constant vive um momento de valorização e não de esvaziamento" e garantiu: "Não, o IBC não vai fechar", concluiu Miranda.

Nas falas dos dois outros representantes do Ministério da Educação, a mensagem que prevaleceu foi a de que hoje os laços da SETEC, SESU e SECADI com o Instituto Benjamin Constant estão mais firmes.  Eles destacaram a ação da Direção-Geral do IBC para incluir a Instituição nas ações das políticas de inclusão da pessoa com deficiência visual nas escolas, como: a criação de um curso de mestrado em Educação na área da Deficiência Visual e a consolidação do Programa Capacita Brasil como parte da estratégia para a capacitação de professores  de todo o Brasil no atendimento aos alunos cegos, surdocegos e com baixa visão.

O diretor-geral do IBC, João Ricardo Figueiredo encerrou a solenidade, ressaltando a importância do envolvimento e da união de todos - alunos, servidores e pais - no processo de construção de um novo instituto, que seja capaz de responder aos desafios do presente. Ele classificou como importante a  consolidação do IBC como centro de produção científica.   " Desta forma vamos fortalecer o nosso fazer diário contribuindo significativamente para o crescimento da educação especial em nosso país", concluiu.

Confira  a galeria de fotos da festa.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página