Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Jornada discute as oportunidades para o profissional de massoterapia
Início do conteúdo da página
Notícias

Jornada discute as oportunidades para o profissional de massoterapia

Participaram do evento 45 alunos e ex-alunos  do Curso Técnico em Massoterapia do IBC.

  • Publicado: Sexta, 26 de Maio de 2017, 11h32
  • Última atualização em Sexta, 26 de Maio de 2017, 12h29

 

A Jornada foi organizada pelo Centro de Terapias Alternativas do Departamento de Estudos e Pesquisas Médicas e de Reabilitação (DMR) e realizada ontem (25), durante todo o dia, no auditório Maestro Francisco Gurgulino de Souza, do Instituto Benjamin Constant. Participaram da abertura o diretor-geral do IBC, João Ricardo Melo Figueiredo, a supervisora da Divisão de Reabilitação, Preparação para o Trabalho e Encaminhamento Profissional (DRT), Mércia Ferreira de Souza, e a coordenadora do Curso Técnico em Massoterapia, Márcia Lins Abade.

Pela manhã, o evento contou com a participação do representante da Sociedade Brasileira de Massoterapia,  Rui Raggio, da empresária Caline Rutiliano, do SPA Harmozen, e da fisioterapeuta e professora da Universidade Veiga de Almeida, Tânia Mara Augusto Barbosa.  

 Rui Raggio falou sobre as perspectivas  para aqueles profissionais que tiverem a preocupação em  se qualificar continuamente.  Segundo ele, fazer um curso de fim de semana ou mesmo de curta duração não torna ninguém habilitado a atuar com propriedade na área da massoterapia.  "Não basta aprender os movimentos; é preciso conhecer a fisiologia do corpo humano, o comportamento dos tecidos das camadas mais profundas da pele", aconselhou o massoterapeuta, que atua no Comitê Olímpico Brasileiro.

A empresária Caline Rutiliano também foi bastante enfática na questão da qualificação profissional, que tem sido um entrave para a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.  " É comum o empresário precisar de contratar pessoas com deficiência para cumprirem a obrigação das cotas e não conseguirem ninguém qualificado para a função.  Logo, quem se qualifica tem maiores chances de se empregar".  

Segundo Caline, atualmente o mercado para os massoterapeutas está em expansão, com o serviço sendo oferecido aos funcionários de  grandes empresas que possuem departamentos voltados à qualidade de vida.  Ela ressaltou que para ingressar nesse mercado é muito importante que o profissional saiba se apresentar bem, demonstrar segurança na sua técnica e, sobretudo, gostar do que faz.  "Se vocês não souberem vender o serviço que se propõe a prestar será muito difícil encontrar o seu lugar nesse mercado tão competitivo.  A boa notícia é que o fato de vocês serem formados num curso sério como o do IBC lhes dá uma condição muito maior de serem bem sucedidos", disse. 

Já a fisioterapeuta Tânia Barbosa falou sobre os mitos e verdades  em relação às  massagens estéticas e modeladoras.  Segundo ela, massagem não emagrece ninguém, nem tira gordura de um lugar do corpo e coloca em outro, mas provoca uma mudança na qualidade de vida da pessoa que recebe o tratamento de um profissional qualificado.  " O  benefício da massoterapia está em melhorar o fluxo sanguíneo, combatendo os estados inflamatórios, proporcionando bem-estar e, consequentemente, tornando as pessoas mais felizes", disse a professora, destacando a importância do massoterapeuta no resgate da autoestima,  tranquilidade e da saúde física e psicológica das pessoas.  

Após as palestras, foi formada uma mesa-redonda para tratar da vivência do mercado de trabalho pelo deficiente visual.  Participaram dela quatro ex-alunos do Curso Técnico em Massoterapia do IBC que já atuam como profissionais da área -  os massoterapeutas Lídia Nogueira (das empresas PWC e Deloitte), João Batista Rodrigues (Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro), Michele Gomes dos Santos e Cristiane Silva Francisco - essas últimas do SPA Harmozen.  

À tarde, foram oferecidas as oficinas Prática em Massagem Esportiva, com o fisioterapeuta do IBC, André Luiz Henrique, e Quick Massage, com a professora de massoterapia do Senac, Renata Gazotto.  A empresária Caline Rutiliano ministrou o workshop O Minutinho do Tempo.  

Para a supervisora da DRT, Mércia Ferreira de Souza, a participação dos alunos foi muito boa.  "A jornada serviu para ampliar a visão do que é a massoterapia e das oportunidades de inserção dos profissionais formados pelo IBC neste mercado que pertence à área da saúde e que tem tanto potencial de expansão.  Foi muito positivo também  o exemplo de nossos ex-alunos do curso que já estão estabelecidos e crescendo na profissão", disse a supervisora. 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página