Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Galeria de Diretores-Gerais > Diretores-Gerais > Joaquim Mariano de Macedo Soares
Início do conteúdo da página

Joaquim Mariano de Macedo Soares

Publicado: Sexta, 04 de Setembro de 2020, 11h07 | Última atualização em Quarta, 16 de Setembro de 2020, 09h57 | Acessos: 69

O quarto diretor-geral do IBC nasceu em 1836, na Fazenda Bananal, localizada na região litorânea entre Maricá e Saquarema, no Rio de Janeiro, uma das famílias mais notáveis do Brasil nos séculos XIX e XX — não só pela quantidade como pela qualidade de filhos gerados por seus membros por gerações sucessiva.  Foi uma família que gerou juristas, médicos, professores, jornalistas, empresários, engenheiros, diplomatas, escritores, lexicógrafos, entre outros profissionais que ocuparam os mais altos cargos técnicos e políticos do Império e da República. O próprio Joaquim Mariano, o primogênito dos 13 filhos do médico Joaquim Mariano de AZEVEDO Soares e Maria de Macedo Freire de Azevedo Coutinho, que herdou não só o nome como a profissão do pai, foi casado duas vezes, deixando uma extensa descendência.  

Cirurgião de renome na corte, Joaquim Mariano participou da Guerra do Paraguai como médico militar, dirigindo o hospital flutuante Anicota.  Em seguida, foi diretor do Hospital Militar do Andaraí e do Instituto dos Meninos Cegos, onde residiu por todo o período de sua gestão, entre os anos de 1889 e 1895.

Fontes: 

Almanak Laemmert Administrativo, Mercantil e Industrial do Brasil - edições de 1889 a 1895, disponíveis na Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional. Acesso em 4/9/2020.

EVANGELISTA, Hélio A. de. Onde está a geografia na fundação instituto brasileiro de geografia e estatística?. In: REVISTA GEO-PAISAGEM, ano 4, nº 7, janeiro–junho de 2005. Disponível em < http://www.feth.ggf.br/FIBGE.htm >.  Acesso em 4/9/2020.

IVAMOTO H.S. José Carlos de Macedo Soares, Culto e Ilustre Benfeitor da Misericórdia. In: REVISTA ACTA MÉDICA MISERICORDIAE, publicação online, 2006. Disponível em < http://www.actamedica.org.br/publico/noticia.php?codigo=116 > . Acesso em 4/9/2020.

 

Fim do conteúdo da página