Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Notícias

Novo ministro da Educação visita o Instituto Benjamin Constant

A visita é a primeira feita a uma instituição federal de ensino por Rossieli Soares desde que ele tomou posse do cargo, no último dia 10.

  • Publicado: Segunda, 16 de Abril de 2018, 16h26
  • Última atualização em Quinta, 12 de Julho de 2018, 15h46
  • Acessos: 736

Links relacionados:

No final da visita, o ministro foi presenteado com o livro comemorativo aos 150 anos de fundação do IBC.
No final da visita, o ministro foi presenteado com o livro comemorativo aos 150 anos de fundação do IBC.

 

A secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do MEC (Secadi), Ivana de Siqueira, fez parte da comitiva do ministro.  Acompanhados pelo diretor-geral do IBC, João Ricardo Melo Figueiredo, os visitantes percorreram as dependências da instituição, começando pelo Centro de Terapias Alternativas, onde é ministrado o Curso Técnico em Massoterapia.  Em seguida, foram até o serviço médico, onde o médico Rogério Neurauter mostrou o centro cirúrgico, explicando como é feito o atendimento oftalmológico aos alunos e à comunidade externa.  De lá, a comitiva seguiu para o setor de aulas, onde o ministro fez questão de entrar em uma das salas para cumprimentar o professor e os alunos.  O último setor a ser visitado foi a Imprensa Braille, onde são impressas publicações do Instituto, além das versões em braille  das obras do Programa Nacional do Livro Didático, distribuídas para todos os estados brasileiros. 

Enquanto conhecia as instalações da escola, o  ministro conversou com os membros da equipe gestora do IBC  sobre os projetos da Direção-Geral para um futuro próximo, como a implantação do ensino médio profissionalizante, do mestrado em educação especializada na área da deficiência visual e da reestruturação do serviço médico, em vias de se credenciar ao Sistema Único de Saúde.  Ele foi colocado a par das providências que precisam ser tomadas para que esses projetos sejam efetivados o mais rapidamente possível.

A visita terminou na sala de reuniões do gabinete da Direção- Geral, onde Rossieli Soares recebeu, das mãos do professor João Ricardo, um exemplar do livro do sesquicentenário do Instituto Benjamin Constant.  "O IBC ser a primeira instituição  de ensino visitada pelo senhor nos enche de orgulho e esperança de que finalmente a inclusão está sendo tratada de forma mais séria no Brasil do que a simples matrícula dos alunos com deficiência visual nas escolas", disse o diretor-geral do IBC.

O novo ministro da Educação garantiu a continuidade das ações e projetos de seu antecessor no cargo.  "A gente vem fazendo parte de um processo de coisas boas que comecou  sob a liderança do ministro Mendonça Filho e gostaria de deixar claro que nosso compromisso para com esse processo se mantém.  Nós vamos avançar na agenda que existe hoje para o IBC, que é uma jóia da Corôa Brasileira que não só precisa ser preservada como também ter sua atuação ampliada", declarou  ministro, lembrando que a recente mudança do regimento interno vai tornar essa ampliação possível, permitindo que o MEC resolva outros problemas que estavam pendentes por causa das limitações impostas pelo regimento anterior. 

Por fim, o ministro se comprometeu a tratar da questão do convênio do IBC com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares que havia ficado de ser assinado no início deste mês e que ainda não foi por problemas burocráticos.  Sem a efetivaçao desse convênio, o Instituto não tem como contratar os mais de 30 profissionais na área da saúde necessários para ampliar o atendimento oftalmológico à população, ajudando a reduzir a demanda reprimida por cirurgias de catarata no Estado do Rio de Janeiro, que já ultrapassa 15 mil pessoas, fora outras cirurgias e procedimentos oftalmológicos que tanto o estado quanto o município estão tendo dificuldade de fazer através do Sistema Único de Saúde.

Confira a galeria de fotos da visita.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página