Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Notícias

Esporte de alto rendimento é destaque no IBC

A manhã de hoje (20) foi de homenagens especiais à judoca Karla Cardoso, ao técnico Antônio Luís, ao fisioterapeuta Daniel Martins e ao professor aposentado Antonio Menescal que, após as honrarias, palestrou sobre "O Movimento Paralímpico no Mundo".

  • Publicado: Sexta, 20 de Setembro de 2019, 18h48
  • Última atualização em Quarta, 25 de Setembro de 2019, 13h53
  • Acessos: 383
Karla Cardoso; Mirian Mainente (professora da Escola de Educação Física do Exército); Daniel Martins; Antônio Sousa Junior; Fábio Brandolin; Juliana (aluna do IBC) e Antonio Menescal.
Karla Cardoso; Mirian Mainente (professora da Escola de Educação Física do Exército); Daniel Martins; Antônio Sousa Junior; Fábio Brandolin; Juliana (aluna do IBC) e Antonio Menescal.

Participaram das atividades, que fazem parte das comemorações dos 165 anos de fundação do IBC, ocorridas no Teatro Benjamin Constant, o diretor-geral João Ricardo Melo Figueiredo, o diretor do Departamento de Estudos e Pesquisas Médicas e de Reabilitação (DMR) José Tadeu Madeira de Oliveira e o supervisor do DMR e coordenador de esportes e do Programa de Esporte de Alto Rendimento do IBC (PEAR) Fábio Brandolin.

 

As homenagens

Na abertura foi exibido um vídeo com fotos, nomes e as medalhas conquistadas nos Jogos Parapan-Americanos de Lima (Peru), no período de 23 de agosto a 1 de setembro, por quem foi atleta ou aluno do IBC.

Em seguida foram realizadas as homenagens especiais no palco e com a participação dos diretores e supervisor presentes, para:

- Karla Cardoso, atleta do PEAR do IBC, medalha de bronze no Judô (até 52kg);

- Antônio Luís Sousa Junior, técnico de Judô;

- Daniel Brandão Martins, fisioterapeuta que integrou a delegação da equipe brasileira feminina de Goalball que conquistou a medalha de ouro.

- Antônio João Menescal Conde, professor de Educação Física aposentado do IBC, onde também exerceu função de diretor de departamento, é um militante na luta pela inclusão social e promoção do esporte das pessoas com deficiência, em especial a deficiência visual. 

  

A palestra

A culminância da cerimônia foi a fala do professor Menescal sobre o movimento paralímpico no mundo, quando articulou a linha histórica da humanidade com o desenrolar do esporte de alto rendimento das pessoas com deficiência. Didaticamente, o palestrante ofereceu ao público de diversas idades uma jornada que partiu dos anos de 1760 até os dias atuais, sem esquecer de situar José Alvares de Azevedo e a criação do IBC. Por fim, a plateia participou ativamente com perguntas e depoimentos. Uma troca digna dentro das comemorações de 165 anos de existência.

A professoa Mirian Maimente da EsEFEx (na foto superior) acompanhou atentamente a apresentação e as perguntas e respostas. A instituição militar localizada na vizinhança do IBC abriga um dos polos do Projeto João do Pulo (PJP), do Ministério da Defesa, que fechou parceria de cooperação técnica que permite o uso de instalações e realização de ações de capacitação de profissionais do PJP.

Menescal desenvolve ultimamente o Projeto Memória Paralímpica, "que visa resgatar fatos, personagens e superstições que fizeram a história do desporto paralímpico no Brasil e no mundo", disse o professor. A obra em formato digital pode ser vista clicando aqui.    

homenagemparapan03Na foto ao lado o professor Menescal (camisa azul) conversa com esportista de skate, já depois de encerrados os debates, sobre as possibilidades da modalidade nos jogos paralímpicos. Na mesma foto, o professor aposentado Antônio Fernandes, ex-diretor do Departamento de Educação (DED) do IBC cumprimenta a assessora Maria da Glória Almeida.  

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página